OS BENEFICIOS DA SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR

06/04/2011 02:03

Recomendado para atletas que necessitam de nutrientes, vitaminas e sais minerais, os suplementos devem ser prescritos por um nutricionista. No caso dos esportistas – aqueles atletas amadores que treinam apenas para manter a forma – o mais importante é se concentrar em não errar no cardápio diário, para depois pensar em suplementação.

Uma boa alimentação, hábitos saudáveis e a prática regular de esportes fazem parte da rotina de atletas amadores e profissionais. Para aqueles esportistas que praticam uma atividade física regular, como é o caso de musculação ou corrida, ou mesmo atletas que veem no esporte uma forma de trabalho, a inserção de suplementos alimentares tem como objetivo completar a dieta diária do esportista e auxiliar na reposição de vitaminas e sais minerais. Em alguns casos a falta do complemento pode ocasionar ao atleta queda de rendimento, cansaço excessivo, deficiência de nutrientes, entre outros problemas.

Suplementação não deve complementar uma dieta pouco saudável

A primeira coisa a se observar, diz Gláucia Braggion, nutricionista e professora da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), é que a suplementação é algo para quem já tem uma boa alimentação, ou seja, já tem uma dieta variada, com carboidratos, proteínas e com um grande consumo de frutas e verduras. “Isso é importante, pois senão a suplementação vai acabar complementando a alimentação, ou seja, deixa de ser suplementar e de contribuir para o melhor rendimento do corpo.”

No caso dos atletas que já têm um acompanhamento nutricional mais constante, o suplemento entra como uma forma mais fácil e eficaz de melhorar ainda mais sua alimentação e contribuir com o desempenho. De acordo com a nutricionista do esporte do Hospital do Coração (HCor), Camila Gracia os suplementos são indicados para pessoas que necessitam de mais calorias, proteínas e vitaminas, além das que são consumidas nas refeições diárias.

“Como os atletas passam a maior parte do dia treinando, muitas vezes só com as refeições ‘comuns’ (café, lanches, almoço e jantar) não conseguimos oferecer todos os nutrientes necessários. Por isso, usamos os suplementos para complementar a alimentação base e atingir as quantidades de nutrientes que os atletas precisam”, afirma Camila.

“Não complementar a alimentação, nesses casos, pode levar à anemia, perda de massa muscular e consequentemente lesões”, completa Gláucia. Outra coisa importante, aponta a nutricionista, é a hidratação que, caso falhe, aumenta a fadiga, pode levar à hipotermia – diminuição da temperatura do corpo – e à hipoglicemia. “O atleta ou o esportista podem acabar passando mal no meio de um treino por conta da hidratação malfeita.”

Repositores para os atletas

Hoje há no mercado diversos tipos de suplementos alimentares, cada um com a sua finalidade e dosagem. Entre os mais utilizados estão os repositores de minerais e água, os que são fontes de carboidratos, proteínas e aminoácidos, e os conjugados de carboidratos, proteínas e lipídios, entre outros.

Esses produtos possuem inúmeros compostos que podem alterar o metabolismo do atleta, por isso, o auxílio de um nutricionista na preparação da dieta e, consequentemente, na indicação do suplemento alimentar é primordial.

 

http://oqueeutenho.uol.com.br/portal/2010/04/30/beneficios-dos-suplementos-alimentares-na-dieta-de-esportistas/